top of page
  • Foto do escritorGabriel Menezes

Quem Você Era em Uma Vida Passada? Descubra em 10 Passos Simples

Atualizado: 19 de mai. de 2022


Vidas Passadas

Definida de forma simples, a reencarnação é “o conceito religioso ou filosófico de que a alma ou espírito, após a morte biológica, começa uma nova vida em um novo corpo que pode ser humano, animal ou espiritual, dependendo da qualidade moral das ações da vida anterior".


Esta doutrina é um princípio central de diversas religiões ancestrais ao redor do globo. E também a crença predominante em toda a Asia.


A reencarnação também é uma crença comum em várias religiões antigas e modernas, como o Espiritismo, Teosofia e Eckankar, e é encontrada em muitas sociedades tribais ao redor do mundo, em lugares como a Sibéria, África Ocidental, América do Norte e Austrália.


Considerando os diferentes tipos de vertentes religiosas e tradições ancestrais, somando todas, em termos numéricos, existem mais pessoas no mundo que tem a reencarnação como uma verdade do que as que não. Se isso for considerado verdade, há uma quantidade incalculável de conhecimentos que uma pessoa poderia possuir, se ela pudesse se lembrar do que aconteceu nos anos passados.


Então, existe tal coisa como a reencarnação?


Há muitos sinais que apontam para a resposta como um “Sim” que você pode analisar em sua vida.


Você pode ter uma afinidade com uma cultura estrangeira que você nunca teve oportunidade de entrar em contato diretamente, você pode apresentar dores inexplicáveis ​​que deixam seus médicos perplexos, também pode possuir marcas de nascença estranhas, etc; certamente, esses sinais poderiam ser explicados por especialistas médicos ou sociais. Tê-los em sua vida não significa necessariamente que eles possam ser atribuídos a uma vida passada. No entanto, a ideia de que todos nós já vivemos antes e viveremos novamente tem um tremendo potencial.


O que você poderia lembrar ou aprender com isso exatamente?


Você nunca saberá até tentar esse processo para se lembrar de quem você era numa vida passada.


Você pode se surpreender com o que pode encontrar. Os passos a seguir são baseados em uma das diversas técnicas de hipnose de regressão, ou também conhecida como terapia de vidas passadas como as que eu uso com meus clientes.


1. Prepare a Sala:


Sinta-se a vontade. Defina a temperatura do ambiente de maneira que ela fique a mais confortável possível para você. Ajuste as cortinas para o ambiente fique o mais escuro possível. Silencie qualquer barulho irritante, como a TV, o rádio, seu telefone celular. Se você tiver uma fonte de ruído como ventilador, ar condicionado, ou mesmo uma caixa de som tocando um som como o de chuva, coloque-o em um ambiente tranquilo, alto o suficiente para encobrir o ruído externo, mas não tão alto que você se distraia. Uma configuração de ruído branco é ideal, mas algo calmante, como os sons da praia, também funciona bem.


2. Relaxe a sua mente:


É hora de encontrar um lugar de calma interior. Sente-se confortavelmente na sala que você preparou com tanto cuidado. O melhor momento para fazer isso é quando você está alerta, mas sua mente e corpo estão calmos. Certifique-se de não estar com fome ou com sede, para garantir que você possa se concentrar em qualquer coisa, menos na sua barriga roncando ou na sua garganta seca.


3. Relaxe seu corpo:


Preste atenção especial à postura que você tenha decidido ficar, seja deitando-se confortavelmente em sua cama, em uma cadeira relaxante ou no chão. Antes de começar a sua jornada, reserve um momento para relaxar e se descontrair.


4. Proteja-se:


É essencial que você dê esse passo, pois você estará se abrindo para a energia espiritual. Certifique-se de fazer alguma prece de proteção ou limpar quaisquer forças negativas. Para começar, feche os olhos e certifique-se de que está confortável. Deite-se de costas, com as mãos ao lado do corpo, e proteja-se visualizando uma luz te cercando.


Imagine uma luz branca envolvente o campo ao seu redor. Veja-a em sua mente movendo-se lentamente para cima e cobrindo todo o seu corpo, dos pés, pernas, joelhos, coxas, tronco e braços, pescoço e rosto até o topo da cabeça. Lembre-se de que esta luz branca está protegendo você de todas as influências negativas. Ela representa o amor, calor e a iluminação em uma névoa deslumbrante ao seu redor, envolvendo você em sua luz brilhante.


Sinta o seu calor e convide-a a inundá-lo. Repita para si mesmo, seja em palavras ou intenção: “Estou respirando uma poderosa energia protetora. Essa energia está construindo uma aura de proteção ao meu redor. Essa aura me protege o tempo todo em todos os sentidos.” Diga isso para si mesmo cinco vezes por cinco inalações.


Depois disso, concentre-se em visualizar e sentir a energia, tornando-a mais brilhante e mais poderosa à medida que você se concentra nela. Use a próxima cor que vier à mente para tingir a luz e repita até se sentir calmo, confortável e pronto para dar o próximo passo. Não há pressa.


5. Crie seu corredor:


É hora de começar a sua jornada. Você estará usando a ferramenta de visualização. Imagine-se em um longo corredor, com uma grande porta no final. Veja este corredor com o máximo de detalhes que puder, o que vier à mente, não importa a cor, o que é feito, o design, se está decorado... tudo depende de você.


Construa-o em sua mente, mas certifique-se de lembrá-lo. Você usará esse mesmo corredor toda vez que for procurar uma vida passada. Imagine este corredor com a expectativa de que, quando chegar ao fim, quando chegar à grande porta e girar a maçaneta, descobrirá uma vida passada.


6. Prossiga pelo seu corredor:


Faça valer cada passo. Tome cada um deles com propósito e concentre-se nos próprios passos.


Observe seus pés tocarem o chão, visualizando todos os aspectos de sua jornada ao se aproximar da porta no final do corredor. Visualize este lugar com todos os seus sentidos, desde o cheiro da sala até os sons do ambiente. Quando você chegar ao fim (tendo tomado seu tempo com cuidado e sem pressa; lembre-se não há pressa), segure a maçaneta.


Veja-se fazendo isso e, novamente, concentre-se nessa ação com muito cuidado. Observe a textura da maçaneta, o som do mecanismo conforme você o gira e o calor ou a frieza dele. Quando o ferrolho for desengatado, respire fundo e dê um leve empurrão na porta.


7. Dê boas-vindas a uma vida passada:


Não importa o que você veja quando abrir a porta, aceite-o como algo de seus planos anteriores de existência. Novamente, não importa o que seja, se é uma cor simples ou uma cena inteira. No entanto, tome o que você visualizar como base. Construa sobre isso. Sinta.


Mantenha a imagem em sua mente e abra-se para ela, aceitando qualquer coisa que surja em sua mente. A cor pode se fundir em um objeto específico, como um cobertor ou uma parede. A cena pode evoluir à medida que você se aprofunda em sua visão e fornece pistas sobre quando você está e onde.


Você pode estar pensando que está apenas imaginando coisas neste momento, mas dê crédito a si mesmo e realmente acredite que está se lembrando de uma vida passada.


8. Seja paciente:


Caso você não veja absolutamente nada, saiba que isso é perfeitamente normal. É hora de reorientar ainda mais a sua mente. Pense em uma coisa específica que você sempre gostou de fazer, seja um hobby, habilidade ou destino. Faça a si mesmo estas perguntas: “Por que eu gosto disso? Isso pode ser relacionado a vidas passadas?”


Ainda não tem nada? Existe um “método a tira colo” para isso. Olhe para seus pés em sua visualização. Concentre-se no primeiro par de sapatos que você se vê usando. Você pode ver sandálias e perceber que está usando uma túnica. Você pode ver pequenos sapatos pontudos e perceber que está usando um grande vestido de seda. Continue com isso.


Uma vez que você tenha se lembrado de algo – mesmo que seja apenas um par de sapatos – e se você tiver certeza de que há um direcionamento de verdade nisso, você pode começar sua próxima meditação a partir daí.


Sempre comece cada sessão com algo que você já viu. Sempre trabalhe do conhecido para o desconhecido.


9. Aceite o que você vê:


A aceitação do que você experimenta é absolutamente fundamental. A dúvida pode estar realmente incomodando o seu cérebro neste momento. Você pode pensar: “Estou realmente experimentando o passado, ou estou apenas inventando as coisas?”


Claro, em algumas ocasiões, você pode estar criando coisas em sua cabeça do nada. No entanto, isso faz parte do processo. Essas visões quase sempre têm um pingo de verdade em seu núcleo. Você só saberá com certeza quando tiver feito um número significativo de meditações de vidas passadas e começar a ver padrões e detalhes repetidos várias vezes.


E se você não gostou do que viu, claramente não há nada que você possa fazer para alterar as vidas que você já viveu. Está inteiramente no passado.


Enquanto isso, você deve escolher acreditar que o que vê é genuíno; se você não fizer isso, você nunca chegará a lugar nenhum. Sua mente analítica simplesmente derrubará todas as imagens como produto de sua imaginação exagerada.


10. Volte ao Presente:


Esta etapa geralmente ocorre por conta própria. Fica cansativo manter essa visualização.


Deixe desaparecer quando for necessário. Isso acontecerá quando as imagens pararem de vir, ou a sua mente analítica e incrédula começar a assumir o controle. Este é o ponto em que não há problema em abrir os olhos e permanecer no presente.


No entanto, você também pode controlar a sua partida. Se você está pronto para deixar sua vida passada, imagine aquela porta onde você começou. Abra a porta e caminhe pelo corredor que você construiu.


Conclusão


Para conseguir ter êxito nesse processo é necessário concentração, para isso você pode ter o apoio de um terapeuta habilidoso te guiando no processo, ou bastante experiência prática na meditação.


Não recomendo esta técnica acima para pessoas que tenham dificuldade de meditar em silêncio, ou nunca tiveram uma prática disciplinada e contínua da meditação, pois elas podem se frustrar no processo e até mesmo gerar algum tipo de bloqueio.


Caso você deseje desenvolver a experiência prática da meditação de uma maneira estruturada e com uma metodologia testada CLIQUE AQUI para conhecer o Protocolo de 21 Dias do SOMA Awakening Breathworks.


Breathworks Brasil



306 visualizações

Comments


bottom of page