top of page
  • Foto do escritorGabriel Menezes

Como a Meditação pode Ajudar a Desenvolver a Mediunidade?

Atualizado: 28 de mar. de 2023



Você já ouviu o seu nome ser chamado quando na verdade não tinha ninguém por perto?


Alguma música ou composição em particular começou a tocar em sua cabeça de maneira inesperada?


Você as vezes ouve o que os outros estão pensando? Ou você já viu coisas ou mesmo espíritos?


Já teve sonhos muitos reais, desdobramentos e experiências fora do corpo?


Você é sensível as energias, sentimentos e emoções dos outros?


Estes são alguns dos indicadores que você pode estar despertando a sua mediunidade. Mas existem muitos outros sinais.


Neste artigo iremos falar sobre a Mediunidade e como você pode desenvolver a sua.


Para começar eu gostaria de trazer uma rápida reflexão:


Mediunidade e Meditação, qual é a relação entre as duas?


Neste artigo eu quero trazer um tema que é muito pouco abordado que é o impacto da meditação para o desenvolvimento da mediunidade.


Eu já fugi disso por tempo demais, porém já tem algum tempo que a espiritualidade vem me mostrando sinais e me cobrando a trazer regularmente mais assuntos sobre a mediunidade e meditação aqui no meu site.


Isso acontece porque invariavelmente quando você começa a mergulhar em práticas de meditações bem profundas como as que você pode encontrar no meu canal do Youtube @Professor Gabriel Menezes, a sua mediunidade começa a se expandir.


Repito, quando você começa a aprofundar a sua prática da meditação, a sua sensibilidade aumenta e a sua consciência expande, e com isso inevitavelmente a sua mediunidade latente ou dormente, desperta.


A verdade é que já tem algum tempo que eu venho recebendo muitas dúvidas e questionamentos sobre esse aumento da atividade mediúnica que vem sendo observado naqueles que praticam minhas meditações.


Logo falar sobre o assunto mediunidade conectado com as práticas regulares da meditação seria inevitável aqui no meu trabalho. Fora o fato de que vejo diariamente exemplos de pessoas que estão com a sua mediunidade ou desequilibrada ou reprimida, o que pode causar uma série de distúrbios a nível mental e emocional e até mesmo muitos problemas na vida pessoal e profissional.


Os casos e exemplos são vastos e por isso dedicarei uma série inteira de artigos e vídeos para auxiliá-los a dirimir todas as suas dúvidas sobre a mediunidade, incluindo práticas, meditações e informações que podem te ajudar a desenvolver e disciplinar melhor a sua mediunidade.


Caso você queira acessar estes artigos no formato de vídeo, eles ficarão organizados por ordem do mais antigo para o mais recente na playlist do meu canal do youtube chamada 'Mediunidade para Todos'.


E inclusive, caso você esteja vivendo algum fenômeno ou evento mediúnico no seu dia a dia, e não tem a quem recorrer, eu quero te dizer que você não está mais sozinho.


Eu estou aqui e por você!


Então por favor, deixe em qualquer um dos meus vídeos o seu comentário relatando a sua experiência ou descrevendo a sua dúvida que eu os ajudarei com informações e orientações.


O Que é Mediunidade na Minha Visão?


Antes da mais nada é importante deixar bem claro, que por mediunidade de maneira bem simplista, eu quero dizer esse aumento consciente e inconsciente da nossa sensibilidade as energias, emoções, sentimentos e pensamentos dos outros, e isso inclui dos encarnados e desencarnados.


Além do mais, existe uma aura muito grande de misticismo e exclusividade sobre a mediunidade que gera uma série de confusões sobre o assunto.


Mediunidade é um assunto sério, e todos nós temos um pouco, alguns em maior grau e outros em um grau baixo, latente e adormecido, e é justamente a ignorância sobre o assunto que vem trazendo uma série de problemas de ordem de saúde mental e emocional.


Eu quero esclarecer aqui também, que a minha visão sobre o assunto mediunidade, é que ela não é algo exclusiva a poucos.


Isso fica óbvio através da consciência mais elevada de que somos todos sem exceção seres espirituais tendo uma experiência material aqui na terra.


E por tanto assim como o nosso corpo físico possui os seus 5 sentidos básicos, o nosso perispírito possui seus próprios sentidos extrafísicos, ou seja, sentidos além dos sentidos físicos do corpo como o olfato, a audição, visão, tato e paladar.


Logo todos nós somos médiuns em maior ou menor grau, pois todos nós possuímos estes sentidos extrafísicos como clariaudiência, clarividência, clarissenciência, etc, inerentes ao nosso corpo espiritual sútil, que muitos preferem chamar de períspirito.


Ora, não seria arrogância demais acreditar que somos melhores ou superiores por ter a mediunidade, visto que temos bilhões de seres humanos com os seus 5 sentidos físicos e não é isso que nos faz melhores ou piores que ninguém?


Logo seria de tamanha ignorância acreditar que uns podem ser médiuns quando outros não.


E na falta de um conhecimento estruturado, ou amplamente aberto e difundido sobre esse assunto, decidi abrir este espaço de esclarecimento e debate,


Já que existem muitos espaços espiritualistas e centros espíritas que infelizmente ainda não dão a devida orientação aos neófitos na mediunidade, ou no mínimo tornam o assunto complexo em demasia deixando os aspirantes nessa jornada perdidos e em estado de confusão.


O "Perigo da Mediunidade"


Tudo isso ocorre pois muitos ainda se prendem a crenças antigas e ultrapassadas de que a mediunidade é algo perigoso.


Por isso ela foi mantida em sigilo, ou mesmo exclusiva a poucos, e assim mais uma vez as estratégias do medo e da ignorância usadas contra as massas, saem como campeãs nessa história, lançando a humanidade na cegueira quanto ao mundo invisível e espiritual.


A minha pergunta pra você é: Como seria perigoso ensinar o cego a ver, o surdo a ouvir, e o insensível a sentir, já que todas essas são nossas faculdades inatas, e nosso direito de nascença é discipliná-los?


Responsabilidade no Uso da Mediunidade


Porém tudo na vida responde a lei da causa e efeito, e assim como o uso indiscriminado e imoral da visão, da audição e das sensações pode nos levar a vícios, compulsões e desequilíbrios não seria diferente com a mediunidade, visto que devemos também nela ter responsabilidade.


Usando-a principalmente para a caridade, a serviço dos nossos irmãos em sofrimento e aflição


Por isso quero deixar bem claro aqui, que o desenvolvimento da mediunidade sem a reforma íntima e a depuração moral pode te levar a caminhos muitos perigosos.


Pois no momento que você começar a usar isso apenas para o seu ganho próprio ou para infligir mal ao outro, saiba que a lei da causa e efeito ainda será válida aqui e a espiritualidade será implacável.


Meu objetivo com esta série dedicada a educação e esclarecimentos sobre a mediunidade, é a de desmistificar este assunto, e, tirar todos os preconceitos que eu mesmo tinha em mim, e que uma vez através de muito estudo e leitura, removidas as vendas que encobriam os meus olhos, um mundo novo e maravilhoso se descortinou diante de mim


E isso por si só me motivou a buscar ainda mais a evolução moral e espiritual.


Eu estou aqui para afirmar que sim, com as informações e práticas corretas você pode sim educar e disciplinar a sua mediunidade.


E uma das principais ferramentas para isso é a prática regular e disciplinada de qualquer técnica e estilo de meditação.


E por que a Meditação?


A resposta é muito simples: Mediunidade e consciência estão intimamente e proporcionalmente ligadas.


Mediunidade tem muito a ver com sensibilidade, e quando você começa a expandir a sua consciência através da meditação você começa a ficar mais consciente de seus pensamentos e sentimentos


Você se torna mais consciente do seu corpo, e das sensações nele, e é claro seus 5 sentidos também ficam mais aguçados... esse aumento da sensibilidade quanto ao corpo físico, aumenta a sensibilidade quanto ao corpo espiritual, ou perispirito, e seus sentidos extrafísicos.


A meditação também é muito importante não somente para despertar a mediunidade adormecida em cada um de nós, como também para discipliná-la.


Eu vejo muitos médiuns com a sua mediunidade descontrolada por que têm pouca ou nenhuma concentração. Este é um elemento muito subestimado mas de grande importância.


Sem concentração é fácil o médium se perder e confundir seus pensamentos, visões e sensações com ilusões do próprio ego, com imaginações... ou pior, pode confundir as formas pensamentos e formas sentimentos de obsessores como suas próprias.


Na mediunidade a força da intenção do médium também é muito importante, pois onde colocamos a nossa intenção, para lá a nossa energia vai.


Intenção focada é igual mediunidade disciplinada, intenção dispersa é igual mediunidade dispersa e descontrolada.


Enfim, existem inúmeros benefícios que a meditação pode trazer ao desenvolvimento mediúnico.


Para não me estender demais nesse artigo, continuarei abordando este assunto em outros artigos vindouros.


Caso você queira ter acesso a todos os meus cursos e meditações e de quebra se tornar um patrono deste trabalho me auxiliando com os recursos necessários para eu continuar disseminando esse tipo de conhecimento, por favor assine o Desperta Club, um canal de assinaturas dedicado a desmistificar o místico tornando acessível práticas ancestrais de alteração e expansão da consciência!


Para se inscrever, CLIQUE AQUI!


Gratidão é a palavra desde já, e lembre-se sempre, você não está mais sozinho, somos todos UM!




383 visualizações

Comments


bottom of page